• madeiraandeboltv

Ríssia Oliveira brilha no Madeira Andebol Sad


No seu jogo de estreia, no domingo, Ríssia Oliveira ajudou a sua equipa a derrotar, por 25-22, o SSV Brixen Südtirol, no Funchal, na primeira mão da segunda ronda de qualificação da Taça Europa, e viaja para Itália, no sábado, com uma vantagem de três golos.


O Madeira SAD, que anulou uma desvantagem de dois golos para empatar a 14-14 ao intervalo, foi superior na segunda parte, mais eficaz, e conseguiu fechar o jogo com uma vantagem de três golos, que terá que gerir no jogo da segunda mão. Ríssia Oliveira e companheiras vão procurar juntar-se ao Benfica e ao Ala-


varium na terceira ronda da Taça Europa, que tem o sorteio marcado para o dia 18, em Viena, na Áustria. O Benfica deixou pelo caminho as austríacas do UHC Stockerau, enquanto o Alavarium eliminou o HB Käerjeng, do Luxemburgo.


Aos 27 anos e 105 quilogramas de peso, a camisola 89 do Madeira SAD já se tornou numa peça fundamental para travar a campeã italiana reconhecida como uma equipa perigosa no ataque organizado, porque tem "uma primeira linha muito forte e com uma ponta esquerda muito experiente” e, também, em termos de transição ofensiva, porque são muito rápidas e jogam sempre no contra-ataque.


O treinador da equipa feminina do Madeira SAD, António Florido, elogiou a atleta angolana. "É uma jogadora bastante grande, vai obrigar a que a defesa tenha mais atenção na marcação à própria jogadora e podemos utilizar a primeira linha para poder finalizar”, destacou o 'timoneiro', que cumpre a terceira época ao leme do Madeira SAD.


António Florido considera a pivô angolana um trunfo diante das equipas adversárias, tendo em conta a robustez física da atleta, de 27 anos.


Além da antiga atleta do Petro de Luanda e da Selecção Nacional, na equipa insular estiveram em destaque Maria Duarte e Patrícia Rodrigues, ambas com seis golos e Érica Tavares, com cinco.


Para o técnico português, o principal objectivo da formação madeirense na Taça Europa de Andebol "é passar" a primeira eliminatória "para continuar a evoluir". "O objectivo é passar e continuar a competir a este nível, porque só assim é que vamos evoluir. Se tivermos jogos destes, europeus, com outras equipas, outro tipo de andebol, é que se consegue crescer", destacou o treinador, reforçando que "o andebol feminino em Portugal está a dar passos importantes no crescimento, tanto a nível de selecções como de clubes".Além do Madeira SAD, do Benfica e do Alavarium, a fase de qualificação da Taça Europa feminina conta com a presença de outra equipa portuguesa, a Academia de Andebol de São Pedro do Sul, que procura o passe diante do HRK Grude, da Bósnia-Herzegovina.


O presidente do Madeira SAD, Ricardo Pestana, garantiu que o conjunto insular quer "ganhar a eliminatória" e assim sucessivamente, lembrando a relevância de a equipa madeirense estar a disputar uma competição europeia, porque "não só enriquece o seu palmarés, como também é uma montra para a Região Autónoma da Madeira".


Na apresentação da atleta angolana, Ricardo Pestana assumiu a vontade de ganhar. Ríssia Ioani Cruz Oliveira cumpre o seu primeiro ano como profissional, depois de ter representado por várias épocas o Petro de Luanda, sua equipa de formação. Representou a Selecção de Angola no Mundial de An-debol Feminino de 2017, na Alemanha.


Maior clube de Andebol da Região Autónoma da Madeira, o Madeira Andebol SAD foi fundado a 29 de Setembro de 1998 e está sediado no Funchal. Na sua galeria constam 14 títulos de campeã nacional, 18, de Taças Portugal e 20 Supertaças. Actualmente é a vice-campeã portuguesa.

Somos SAD

#madeira #madeiraisland #madeirasad #madeiraandebol #andebol #handball #handballplayer #handballworld #handballlife #ehf #sport #sportlife #sportworld #team #andebolportugal #andebolfeminino

Somos SAD

#madeiraandebolsad #somossad #madeirataotua





59 visualizações0 comentário